Quais são as indicações fundamentais para internação em uma unidade de Vídeo-EEG?

1º. Pacientes sabidamente portadores de epilepsia, mas sem definição do tipo exato da doença. O diagnóstico é fundamental para definição de forma segura uma proposta de tratamento, assim como para o estabelecimento do prognóstico, para investigar qual será a evolução do paciente ao longo do tempo.

2º. Pacientes em que existe dúvida se é epilepsia ou outro problema de característica similar que não seja epilepsia. São casos tão parecidos a epilepsia que podem gerar falha no diagnóstico e levar pessoas a serem tratadas por longos períodos com medicação sem necessidade.

3º. Definir em pacientes sabidamente portadores de epilepsia, a área responsável pela geração das crises epilépticas, visando uma possível retirada cirúrgica posterior.